segunda-feira, 5 de julho de 2010

DS: Puzzle Quest 2

 "Puzzle Quest: Challenge of the Warlords" foi um jogo de lançamento humilde que acabou fazendo um grande e inesperado sucesso. Disponível inicialmente para PSP e Nintendo DS, o título da produtora australiana Infinite Interactive virou cult graças a uma mistura interessante de ambientação de RPG e combates que utilizavam a mecânica do puzzle "Bejeweled". Logo versões para outras plataformas seguiram, além de uma variante ("Puzzle Quest: Galactrix") e agora esta inevitável continuação.


"Puzzle Quest 2", assim como o anterior, tem produção modesta, ideal para distribuição online, como no caso da versão para Xbox 360 vendida pelo Xbox Marketplace. A mecânica também preserva todos os elementos que garantiram o sucesso do original, mas com grandes upgrades nos gráficos e algumas adições interessantes.

Agora, na porção RPG, por assim dizer, a câmera se aproxima mais do mundo do game e exibe cidades, personagens e inimigos de perto, diferente do antecessor que apenas contava com uma visão global de um mapa. Seu personagem - que pode ter uma entre quatro classes - agora conta um inventário completo que pode ser customizado com espadas, escudos, botas e outras peças comuns em universos de fantasia, o que enriquece bastante a customização e profundidade.

A mecânica de combates segue o viciante esquema de "Bejeweled" em que é preciso juntar três ou mais peças de mesma cor. As peças coloridas rendem mana para magias enquanto as com forma de caveira causam dano direto ao inimigo. Fundamental para o jogador é conhecer todas as características para traçar uma estratégia que possa compensar um tabuleiro pouco favorável.

Em adição aos combates tradicionais, o jogo conta também com batalhas com variáveis chamadas de minigames. Para arrombar uma porta, por exemplo, é preciso juntar três peças com o ícone do objeto, assim como para apagar um incêndio é requerido que se use apenas as pedras azuis da tela.

O pacote ainda conta com um modo multiplayer capaz de organizar torneios entre os participantes no Xbox 360. Nele é preciso escolher quatro criaturas e colocá-las para lutar contra o oponente até que um último sobreviva. A versão para DS não conta com tal facilidade e tem gráficos inferiores, sem dublagem, mas oferece o mesmo conteúdo da campanha principal.

Fonte: Uol Jogos




  

Quer saber mais sobre Nintendo DS visite DS PARTY!
 

Um comentário:

  1. Não conheço esse game, mas parece interessante. Se tiver a oportunidade, vou experimentar.

    ResponderExcluir