segunda-feira, 4 de maio de 2015

To Be Continued... O Início de Tudo!

Saudações para aqueles-que-praticam-exercícios-de-fortalecimento-e-agilidade-para-os-dedos. Como prometido semana passada, vamos começar hoje uma pequena viagem através das gerações dos consoles de videogames. Falaremos um pouquinho do início do desenvolvimento dos games.

Tudo começou há muuuuito tempo atrás, nas décadas de 50 e 60... (se alguém for da época, não se sinta ofendido, mas encha-se de orgulho). Na época, os computadores estavam no início do desenvolvimento. Ainda eram muito grandes, caros, exigiam equipe de manutenção e operação especializada e gastavam muita energia, por isso eram limitados à grandes empresas. Os jogos que surgiram eram desenvolvidos apenas como testes, parte de projetos na área da computação, demonstração de teorias sobre interação humano-computador e para pesquisas. Devido à falta de documentação histórica, é difícil de saber exatamente qual o primeiro jogo que foi desenvolvido.

Entretanto, dois Games merecem destaque:

O Primeiro é o Tennis for Two. 

Em 1958, o físico William Higinbotham, membro do Projeto Manhattan , criou um jogo eletrônico com o objetivo de aumentar o número de visitantes no Dia Anual de Visitas do Brookhaven National Laboratories (o governo americano queria expor seu potencial nuclear para o povo, lembrando que nessa época a Guerra Fria estava em seu auge). O jogo utilizava um osciloscópio para exibir seus gráficos, que consistia em uma bola e um traço (representando a rede da quadra). Não havia a representação gráfica dos jogadores, que controlavam apenas a trajetória da bola (iiiipiii, que divertiiido!!!). O jogo alcançou seu objetivo sendo um sucesso na exposição.


Tennis for Two foi desenvolvido em cima de um programa que simulava a 
trajetória  de mísseis de caças.




(Sinceramente, não consigo entender como que essa geringonça funcionava)










E tem gente que ainda critica o tamanho do PS4...









O Segundo é o Spacewar!

Na década de 60, um dos principais centros de pesquisa em computação do mundo era o Massachusetts Institute of Technology (MIT). Este instituto era detentor do TX-0, um computador menor que menor e mais avançado que os padrões da época (ainda assim era bem grande). Entretanto, o TX-0 foi substituído pelo PDP-1, mais rápido e, ao contrário do TX-0 que precisava de horas para aquecer antes de ligar, o PDP-1 contava com a capacidade de ligar instantaneamente (INCRÍVEL!!!). Para testar todo o potencial do novo computador, uma equipe de estudantes do MIT, liderada por Steve Russel, resolveu desenvolver um programa que fosse interativo e divertido, um seja um jogo!
Assim nasceu o SpaceWar! O jogo consistia em duas naves, cada uma controlada por um jogador com o objetivo de destruir o oponente. O jogo possuía uma rotina que controlava a inércia das naves, um campo estelar aleatório que ajudava nos movimentos, um botão que fazia a nave sumir e aparecer em um ponto aleatório (um salto pelo hiperespaço) e uma estrela central gerando um campo gravitacional que puxava as naves. O jogo foi testado pela primeira vez em 1961 e teve seu projeto concluído em 62. O jogo se tornou o programa oficial de teste em todos os PDP-1 comercializados.


Os desenvolvedores de Spacewar! desejavam transportar a ficção científica espacial 
para a tela do computador (típico de Nerds...). 



Os ternos e o campo visual do monitor parecem super confortáveis, sem contar o controle ergonômico!!!


Olha o tamanho da criança (computador) e das crianças (jogadores). Videogames eram coisas de adultos (eu também não deixaria meu filho chegar perto desse trambolho...)







Ok, mas quando é que os consoles entram na história? 

Entre 1966 e 1968, ainda nesse período de crescimento tecnológico, Ralp Baer, um engenheiro alemão naturalizado americano, e seus colegas de equipe da empresa de tecnologias Sanders Associates, desenvolveram o primeiro protótipo de videogame: o "TV Game Unit #7", que ficou mais  conhecido pelo  seu apelido "Brown Box". O console dispunha de jogos como ping pong, damas e alguns de esportes, que podiam ser alternados através de pequenas alavancas na frente do console. Entretanto o protótipo não fez muito sucesso.
No comecinho dos anos 70, a Sanders Associetes vendeu a licença do "Brown Box" para a Magnavox, que reformulou o projeto, lançando-o oficialmente no mercado em agosto de 1972, como o Magnavox Odyssey - O primeiro Console de videogame da história!
O Magnavox Odyssey iniciou a Primeira Geração de consoles.


O Magnavox Odyssey vinha com cartelas, fichas de plástico e "dinheirinhos" 
para marcação de pontos entre os jogadores, como se fosse 
um jogo de tabuleiro eletrônico.



O protótipo TV Game Unit #7, 
aka Brown Box.









Ralph Baer:

Nome de nascimento: Rudolf Heinrich Baer
Conhecido por: Pai dos Videogames
Data de nascimento: 08-05-1922
Data de falecimento: 06-12-2014 (92 anos)

Na foto ao lado, recebendo em 2004 do então presidente George W. Bush, a Medalha Nacional de Tecnologia e Inovação, por inventar o primeiro console de videogame.

Te agradecemos por tudo Ralph Baer!

Por hoje encerro. Semana que vem falarei um pouco sobre a primeira e a segunda geração de consoles.

Até lá.


2 comentários: