quinta-feira, 9 de julho de 2015

Rise From Your Graves - Streets of Rage, O punho de aço furioso

Como já foi explicado diversas vezes aqui mesmo no Jogamus, Beat 'em Ups se caracterizam por uma série de combates corpo a corpo entre um personagem ou um grupo de personagens, contra um numero ainda maior de oponentes, geralmente ocorre em um cenário com profundidade, sendo na maior parte das vezes side-scroller, ou seja, a ação rola em um ângulo de visão lateral, em geral ocorrendo da esquerda para a direita. 

Streets of Rage




Dynamite Dux
Teenage Mutant Turtles

















Agora que mais uma vez sabemos basicamente o que esperar de um Beat 'em up, darei início ao tema principal do artigo.



Sem duvida, por volta dos anos 80 e em meados dos anos 90, os arcades viviam sua era de ouro dos Beat 'em ups. Games de pancadaria como os clássicos Renegade, Double Dragon e Final Fight, faziam a cabeça da garotada com a clássica pancadaria do gênero. Eis então, que a Nintendo foi escolhida pela Capcom para abrigar uma conversão em seu console caseiro, o recém nascido Super Nintendo, do consagrado Final Fight. A grande rival da empresa Nipônica, precisava reagir a altura, e em 1991, a solução para os problemas da Sega chegaram com Streets of Rage, ou Bare Knucle: Ikari no Tetsuken ("Punho de aço furioso")




"A cidade era antes um lugar pacífico... Até que um dia, uma poderosa organização criminosa tomou conta do lugar. Essa associação doentia apoderou-se do governo e até da polícia local, e a cidade tornou-se um centro violento onde ninguém mais está seguro. 





No meio desse turbilhão, um grupo de jovens policiais jurou limpar as ruas. Entre eles estão Adam Hunter, Axel Stone e Blaze Fielding. Eles estão dispostos a arriscar tudo... Até mesmo suas vidas... Nas ruas de fúria!"




Gameplay

Streets of Rage segue o padrão de todo jogo do gênero, prossiga da esquerda para a direita até onde a tela nos permitir, derrote as ondas de inimigos e continue prosseguindo para a direita até encontrar o chefão, derrote o chefão e prossiga para a próxima fase. O game conta com oito fases totalmente distintas no total, são elas: Rua da cidade, Subúrbio, Beira Mar, Ponte, A bordo do navio, Fabrica, Elevador de Carga e Quartel General do Sindicato, onde se enfrenta novamente todos os chefes para finalmente enfrentar o vilão final Mr. X.




A jogabilidade é o básico "arroz com feijão" da época, o botão B ataca, C pula, os botões B e C pressionados juntos fazem com que o personagem execute voadoras e o A chama um carro de polícia para limpar os inimigos com tiros de napalm e balas de metralhadoras, que pode ser usado uma vez nas fases ou caso uma vida seja perdida. Este auxílio da policia só não está presente na ultima fase, uma vez que a base do vilão Mr. X é um lugar fechado.




Uma das características que com certeza se destacaram em Streets of Rage em comparação a seus predecessores está nos agarrões. Além do básico agarrar e arremessar os inimigos, é possível também pular por cima dele e fazer com que o inimigo fique de costas para seu personagem, pegando-o por trás e aplicando um golpe conhecido como suplex, que causa mais dano em relação ao arremesso normal. Além disso, o jogo possui foco na cooperatividade e é possível agarrar o parceiro e atira-lo, enquanto ele entra com uma grandiosa voadora na direção dos bandidos.

















É bacana também que alguns dos cenários possuem armadilhas, sendo possível arremessar inimigos em abismos e plataformas, dando uma mudança na jogabilidade onde não é necessário nocautear os inimigos com as famosas sequencias de chutes e socos. 













Esta grande quantidade de ataques, aliada às armadilhas e armas encontradas durante as fases, faz com que Streets of Rage não se torne um jogo enjoativo rapidamente, apesar do simples objetivo imposto pelo jogo.

Personagens

Imagem da tela de seleção de personagens



Axel Stone aos 22 anos é um ex policial especialista em artes marciais. Ele é o mais equilibrado entre os três personagens, com bons atributos de ataque e velocidade. Tanto Axel quanto Blaze, aparecem com destaque em todos os jogos da série Streets of Rage. Seu hobby é jogar video game.








Blaze Fielding aos 21 anos é uma ex policial especialista em judô. Ela é a mais ágil dos três personagens, porém, a mais fraca deles. Seu hobby é dançar lambada.











Adam Hunter aos 23 anos é também um ex policial e boxeador. É notavelmente o mais lento do trio, porém, o personagem com maior força bruta do jogo. Adam está presente apenas nesta versão de Streets of Rage como personagem jogável, porém, seu irmão mais novo "Skate", ou Sammy na versão japonesa, aparece nos outros games da série. Seu hobby favorito é o cultivo de bonsais.


No jogo, os personagens contam também com a ajuda de um outro policial revoltado com a situação violenta que tomou conta da cidade, ele não é selecionável, mas ao pressionar o botão A, ele chega de carro com toda sua habilidade no manuseio de armamentos pesados, posiciona a viatura e fornece suporte armado, atirando a grande distancia e com precisão, revertendo a situação do combate em favor dos heróis. Sua identidade e seu hobby não são revelados no jogo.




Curiosidades

Streets of Rage é um jogo que possui dois finais diferentes. Antes da batalha contra o vilão Mr.X, ele pergunta se você deseja se tornar seu braço direito. Caso a resposta seja afirmativa, o jogo termina com seu personagem sentado em um trono com a seguinte frase: "You Became The Bad Guy" (Você se tornou o cara mau). Caso o jogo esteja em cooperação e um dos jogadores responda que não enquanto o outro deseja se tornar o braço direito do vilão, uma luta entre os personagens é iniciada para decidir qual dos dois finais o jogador vai assistir.




Pouco tempo atrás, uma equipe denominada Bombergames disponibilizou na internet um remake de Streets of Rage. O jogo une as melhores características dos três jogos da série em um único jogo, incluindo todas as fases, personagens e musicas, além de vários modos de jogo como por exemplo, Battle Mode, Survival, Volleyball e Boss Rush. A principio a Sega foi notificada do projeto pela Bombergames e não criou nenhum obstaculo para a criação do remake que durou oito anos para se completar. Porém, apenas após o lançamento do jogo em 2011 é que a Sega proibiu a distribuição do jogo, provavelmente assustada com tamanho sucesso do remake e sua gratuidade, a empresa entrou com uma ação judicial e proibiu o download do jogo no site da bombergames. Apesar deste fato, Street Of Rage Remake é facilmente encontrado para download em uma rápida vasculhada pela web.













O jogo não é reconhecido por ter belos gráficos naquela fitinha de 4 megas do Mega Drive, mas sim, muito apreciado por suas músicas. O compositor, é Yuzo Koshiro que também fez a trilha sonora de "The Revenge of Shinobi" e seguem uma linha techno-rock, misturando guitarras e baterias eletrônicas frenéticas dando uma imersão ao game ainda maior durante a aventura.



Veredicto Final

Streets of Rage é uma boa pedida para os donos do Mega Drive que procuram pancadaria frenética em um mundo de caos eletrizante. É um jogo que vale a pena ser jogado sozinho, mas que com certeza em cooperação, sua experiência será ainda mais completa.

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário