quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015

Acervo Pessoal: The Order 1886


Quadro novo do Jogamus. Acervo Pessoal é onde mostramos nossas prateleiras de jogos. Jogos que marcaram e que temos um carinho especial. Começando com um grande lançamento essa semana, The Order - 1886.

The Order é um jogo de ação em terceira pessoa. Produzido pela Ready At Dawn, com a colaboração da SCE Santa Monica Studio e publicado pela Sony. O jogo é um exclusivo do PlayStation 4, lançado em 20 de Fevereiro de 2015.

The Order 1886 conta a história de um grupo de cavaleiros conhecidos como A Ordem. Um grupo de indivíduos fundado na antiguidade, pelo rei inglês Arthur, para confrontar os lycans, seres mestiços de humanos e lobos. 



Possui quatro protagonistas da mesma equipe, que adotam os nomes originais dos cavaleiros do Rei Arthur. Quando um cavaleiro faz grandes feitos seu nome é eternizado, passando para frente a outros guerreiros. Grayson é o personagem principal. É o terceiro a ter o titulo Sir Galahad. Ele vê Mallory como um mentor, Lafayette como amigo e Isabeau como uma aprendiz.


O mais velho é Sebastian Mallory e foi o segundo a ter o nome Sir Percival. Ele é um grande amigo de Grayson e um dos maiores cavaleiros da história da Ordem.


Isabeau D'Argyll é uma das mais novas cavaleiras da Ordem e assim como a ultima Lady Igraine, ela foi aprendiz de Grayson. Ao desenrolar da trama, percebe-se que o compromisso com a Ordem impede Grayson e Isabeau de fomarem um possível relacionamento.  


E por fim, Marquis de Lafayette. Um oficial militar francês na Revolução Americana e Francesa, cuja sua experiência e conhecimento o trouxe à Ordem.



Tudo se passa na cidade de Londres, em 1886 durante a Era Vitoriana. O jogo combina elementos de Steampunk, (Um subgênero da ficção científica que ganhou fama no final dos anos 80. Trata-se de obras ambientadas no passado, no qual os paradigmas tecnológicos modernos ocorreram mais cedo que na história real) e Ficção Científica. Foram recriados vários locais icônicos da cidade inglesa, como o Palácio de Westminster, Mayfair, Whitechapel e o Big Ben.



Um ponto negativo e importante a se destacar em The Order 1886 é a longevidade. O jogo conta com apenas 5 horas de gameplay, sendo que grande parte é contada em filmes (cut-scenes) e uma excessiva quantidade de QTE (Quick Time Event's, um método que permite o controle limitado do personagem durante as cutscenes do jogo). Isso, muitas vezes, faz parecer que para o jogador não dormir na frente da TV ele te obriga a apertar alguns botões. Citando as cut-scenes, um aspecto considerado favorável a The Order são os gráficos, ambientação e musica. Tudo é muito bem elaborado, o som é incrível, as musicas combinam com cada cena do jogo e os gráficos estão fantásticos, tornando este um jogo merecedor de no mínimo 3 Oscars.







Recomendação



The Order 1886 é uma mistura de The Last of Us, com a jogabilidade de Gears of Wars. Demorei cerca de 12 horas aproximadamente para platinar o jogo, uma vez que, dos 18 capitulos, alguns deles são apenas as cenas com alguns QTE's e cut-scenes. Apesar das poucas horas de jogo, The Order merece sim ser apreciado. É rica a experiência com toda ambientação do jogo que flui perfeitamente no poderoso PlayStation 4.


Gráfico: 5,0 - O jogo mais Lindo dos Consoles ja feito.
Enredo: 4,0 - Conspirações, reviravoltas e plots twistes.
Efeitos sonoros: 4,0 - Tiros, explosões e tapa na cara
Jogabilidade: 2,0 - Quando aparece é boa.


2 comentários:

  1. Muito boa a analise! É um jogo extremamente bonito e a trama de certo modo te deixa preso para saber qual é o "segredo", só que pode ser um pouco frustrante. Enfim...

    Vejo um grande potencial na sequencia do The Order, o terreno já está preparado.

    Ficou claro que a industria de games é diferente de filmes, os gamers querem jogar, querem ter controle da situação, ter seus limites a prova testando suas habilidades. Merecido a nota 2. Apesar do gameplay "quando há" achei muito solido e preciso.

    Parabéns pelo Site!

    Uma sugestão é mudar essas cores escuras, está muito forte! is the bleed my eyes... ;)

    ResponderExcluir
  2. Boa Vitor!!! Obrigado pela sugestão, iremos passa-las ao oráculo. Quanto à nota, foi baixa devido ao "quando há" mesmo! hehe

    ResponderExcluir