terça-feira, 24 de fevereiro de 2015

Burning Fingers : Trials Evolution

Após um pequeno recesso, concedido pelos diretores do Jogamus, volto o bloco com mais raiva deste site. Agora, caros discípulos, vocês serão introduzidos a prova empírica, incontestável, do filho do chifrudo. Hoje, é com muito ódio nesse meu coração pequenino, que vamos falar de Trials Evolution.


  


Trials Evolution...lagrimas de sangue caem no teclado enquanto lembro deste jogo. Lançado em 18 de abril de 2012, desenvolvido pela empresa indígena RedLynx, com apoio de nossa digníssima Microsoft Game Studios. Aos olhos de meros mortais é classificado como um jogo de corrida 2.5D, mas, acreditem, aqui foi o mais próximo de matar outro ser humano que já possa ter chegado.

Neste excelente jogo de "corrida" você joga como um motoqueiro, que possui um desejo inacreditável pelo perigo. Seguindo o sistema de fase, você passa do ponta A, da fase, ao ponto B, onde sua pontuação, ao final, lhe concede medalhas, que te permitiram habilitar novos cenários. Cada cenário possui um tema, desde passeio no parque até fabrica de químicos radioativos.






Para os novinhos do baile, que acabaram de chegar, quando citamos "gráficos" em estilo 2.5D quer dizer que, a jogabilidade segue em 2 dimensões, chapada, mas ainda sim o cenário lhe da sensação de profundidade. Isso é uma tentativa de adaptar uma jogabilidade clássica, a 2D, para as novas gerações. Não se enganem, os gráficos não devem em nada a qualquer jogo de sua época. Apesar de ser um jogo índio, a ambientação ficou perfeita, onde o cenário gira, mudando a perspectiva do jogador, com eventos acompanhando seu progresso, seja prédios caindo ou bombas explodindo, o cenário se movimenta com você.















Tanto a jogabilidade como o próprio enredo são muito simplórios. Você é o piloto de uma moto e consegue controla-la  acelerando ou freando, empinando ou abaixando. O enredo...que enredo? Você é um motociclista em lugares bizarros não está bom? Não existe uma história profunda e poética para Trials. Aqui o jogo começa e pronto. 
Um bom aspecto, que encaixar de forma linda com o jogo, é a trilha sonora. Embalada com rock pesado, ela te deixa no ritmo de ansiedade e fúria que o jogo pede.




Como a jogabilidade é simples o que vai fazer o jogador conseguir as medalhas de ouro é a pura habilidade. É por isso que agora vocês estão lendo sobre esse jogo, de tão filho do capiroto, da desgraça, que ele é. No inicio existem 3 tipos de medalha: bronze, prata e ouro. Para conseguir a medalha de ouro, os juvenis devem passar a fase sem morrer, ou seja, não podem cair em nenhum buraco ou bater com o motociclista em nenhuma parte do cenário. Desabafo pessoal: eu cheguei a repetir um único cenário mais 70 vezes.

Trials Evolution é um dos jogos mais difíceis que já joguei. Pegar todas as medalhas de ouro e descobrir que existe algo acima de ouro é de amargar. Não tem história, não tem uma jogabilidade primorosa, trilha sonora aceitável, mas é muito difícil o desgraçado. Possui, mais que merecido, o selo Burning Fingers de ódio garantido. Disponível para PC e Xbox360 na live.


Nota: 4,0 lagrimas. Não tem história mas tem meu ódio eterno.









  

Nenhum comentário:

Postar um comentário