quarta-feira, 4 de março de 2015

Acervo Pessoal: Ace Combat Assault Horizon


Mais uma semana, mais um Acervo Pessoal. Dessa vez o jogo é, um dos Ace Combats que mais me decepcionaram, Assault Horizon.

O problema dele ja começa com a história. Aquele velho clichê de filme americano, onde a América tem como inimigos rebeldes do Oriente Médio, que querem destruir o mundo, e, mais tarde, russos. 

Se você é fã da série Ace Combat percebeu que a história dos outros jogos foi triturada e jogada no lixo. Pessoalmente, essa ideia de levar a história para um mundo "real" com países reais não foi interessante.

Enfim, o resumo da história é esse: você é um americano, que tenta acabar com os rebeldes, e os rebeldes, por sua vez, tentam destruir a ordem e a paz. Bla, bla, bla, e no final uma bomba nuclear na casa branca. FIM.

Em relação ao gameplay, o jogo teve uma novidade que deixou muito a desejar. O quesito é o novo sistema de combate. Nele você automaticamente fica atrás do alvo, mantendo uma perseguição frenética, enquanto varias coisas explodem ao seu redor. Permitindo alguns combates "bem legais" (estou sendo irônico claro). O problema principal é que esse novo sistema é OBRIGATÓRIO  para matar alguns alvos na fase. Cerca de 95% dos inimigos, no caso. Tudo acontece em favor de deixar as cenas mais "cinemática". Você também pode usa-lo para, desviar de misseis, ou qualquer caça atrás de você. Além disso a câmera balança tanto que você acha que está em uma rave.



Esse sistema foi usado, também, na versão de 3DS do jogo. Só que, nessa versão, o mesmo apenas te deixa atrás do oponente, utilizando uma manobra, e não te travando em uma perseguição. Esse simples fator muda tudo para mim. Não sendo obrigado a travar nada, você se diverte usando SUAS habilidades como jogador. VOCÊ faz suas cenas de ação. 

Bom, fora o combate, algumas coisas novas valem a pena, como utilizar helicópteros, bombardeiros; alternando os caças. O jogo também possui aspectos que lembram um pouco CODMW (Call of Duty Morden Warfare), como usar um AC 130 ou a metralhadora de um Heli. Famosa jogabilidade conhecida como sistema de tiro em trilhos. Resumido como: mate todos os alvos, vá para o próximo ponto e mate mais um pouco.

Os gráficos são primorosos. Cada detalhe dos caças, bombadeiros e helicópteros são reproduzidos fielmente, deixando você babando. Ainda sim, esse jogo é o excelente caso de que gráficos não são nada sem gameplay, se o jogo não é divertido, não adianta nada ser bonito. Entendeu The Order???

Recomendado para: Goose, fale comigo!!! Entendedores entenderão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário