sexta-feira, 27 de março de 2015

Jogamus X1: Kinect, vale ou não a pena?

Hoje iremos falar dessa magnífica e revolucionária ferramenta, não só para o console como também para uma gama de projetos computacionais. Mas para você, o Kinect vale a pena?


#teamImp

O Kinect veio para ser uma ferramenta, não de revolução, mas sim de expansão. Quando foi lançado em 2010 ficou evidente que sua função não seria substituir a manete. Os jogos mais hardcore, que utilizam uma grande gama de botões, não conseguiriam se adaptar ao Kinect. Muitos foram os críticos que bateram nesse ponto especifico, mas é o mesmo que você criticar um carro por não voar, ele não foi desenvolvido com essa função. Levando isso em mente o melhor a fazer é entender as funções e periféricos do Kinect.

Sendo uma digníssima câmera, e agora chegando a sua segunda versão, no Xbox One, o Kinect tem como objetivo principal a captura de movimentos. Um aspecto simples que expande totalmente a interação, não só em jogos, como no próprio menu inicial. Equipada com um microfone ele também é capaz de reconhecer a voz do jogador. Agora mediante a tudo isso, como encaixar isso nos jogos? Aqui veremos 2 categorias: jogos que são do kinect e jogos que usam o kinect.

Jogos que foram feitos para o kinect são os que tornam essa ferramenta tão especial. Eles irão exigir total movimentação do jogar, em games como: Dance Central, Sports Rivals, Adventure, entre outros; Nesses o teor divertido, misturado com a movimentação, garantem uma boa noitada de jogatina com seus amigos mais casuais como: casais, amigas, crianças; todos os tipos e todas as idades.




Uma condição nova, até então muito criticada nos vídeo games é a saúde. Com a nossa câmera, marcas esportivas famosas como ufc e nike desenvolveram jogos exclusivos. Esses games irão focar na saúde do jogar, fazer exercícios, marca scores de perda ou ganho de peso, verifica o cardio; tudo, ou quase tudo, que uma academia dispõe. Assim o console pode deixar de ser uma condição aversiva para sua saúde, mas com o kinect podemos visualizar uma competição entre seus amigos, estimulando ainda mais a pratica esportiva.


A segunda categoria terá um papel secundário na sua diversão. Os jogos que usam esse aspecto são os mais hardcores, fazendo mais uso do microfone e de gestos simples. É uma excelente forma de imersão você gritar "fogo", logo em seguida, chover flechas nos malucos. Ele aqui não é essensial, mas ajudará na criação do seu mundo no jogo.

Entendendo a função do Kinect e os seus apetrechos, acredito que ele seja peça fundamental de qualquer Xbox, tanto para os casuais quanto para os hardcores. Auxiliando você no menu, aumentando a sua imersão em jogos mais complexos, ou fazendo você levantar do sofá; essa câmera dará uma vida enorme para seu console.



#teamAntonio

Olá a todos, essa semana estou aqui para falar do nosso amado, querido e nunca usado Kinect.

Se você gosta de se remexer nos jogos de dança ou quer perder uns quilinhos nos games de exercíco, beleza o kinect é pra você. Agora, me diga outra função do kinect? 
Comando por voz? Você não usa isso. Chat por vídeo? Você não usa isso. Ah, mas existem aqueles joguinhos que são feitos para explorar o kinect como kinect adventures, kinectimals, kinect sports, Joy Ride. Beleza, mas você não joga isso.


     



Eu entendo que o kinect está sendo utilizado para fisgar o público infantil, pois jogos que tem como função o kinect são infantis e esses jogos não agarram os players mais velhos.

Foram lançados alguns jogos com suporte ao kinect como forza horizon e ghost recon future soldier mas realmente, você usa essa função?



Enfim, o kinect abriu um novo leque de interação, mas vamos caprichar nesses jogos pra fazer algo realmente bacana que prenda nossa atenção e dê vontade de jogar!!

Um comentário: